Colheita de algodão é antecipada na Microrregião de Guanambi

0
97

Luiz Carlos explicou que o Sudoeste Baiano responde por 5,94 mil hectares de um total de 307,65 mil.

GUANAMBI –   A colheita de algodão da safra da Microrregião de Guanambi, no Sudoeste da Bahia, será antecipada por conta das mudanças climáticas. A informação foi dada pelo presidente Associação Baiana dos Produtores de Algodão (Abapa), Luiz Carlos Bergamaschi.

O presidente da entidade informou que as chuvas ajudaram no desenvolvimento da safra e pararam antes do previsto, favorecendo o início da colheita. Luiz Carlos explicou que o Sudoeste Baiano responde por 5,94 mil hectares de um total de 307,65 mil, sendo que a maior parte da produção do algodão é cultivado no município de Malhada, na região do Médio São Francisco.

De acordo com o presidente da Abapa, para a safra 2021/2022, a associação acredita em boa produção e produtividade. Na região, prevalece o cultivo dos pequenos produtores. Luiz ainda informou que a manutenção e o fortalecimento da cotonicultura na região é uma das prioridades da entidade.

Ainda de acordo com o presidente, o suporte é dado através de programas de apoio aos pequenos produtores, disponibilizamos tecnologia e orientação técnica e monitoramento, que têm sido essenciais para o incremento da produtividade nas lavouras regionais.