Frigorífico de Guanambi abate animal com cisticercose e população fica em estado de alerta

0
149

Na sexta-feira (21), o Frigorífico de Guanambi, abateu um suíno com uma doença denominada cisticercose, causada pelos ovos do verme Platelminto Taenia Solium. Três dias após a ingestão dos ovos, eles se transformam em larvas que caem na corrente sanguínea podendo se alojar em várias partes do corpo, como músculos, cérebro, pulmões, olhos e coração. O complexo teníase-cisticercose está ligado à maneira como os animais são mantidos.

De acordo com o Radar Guanambi, o diretor da GBI Frigorífico, Vitor Moraes, informou que a cisticercose suína, a teníase e a neurocisticercose humana causadas pela taenia solium são problemas graves de saúde pública. Segundo ele, o cuidado e a orientação na hora de comprar a carne vermelha devem ser indispensáveis.

Vitor disse ainda que a GBI Frigorífico dispõe de médicos veterinários e que, antes do abate, todos os animais passam pela avaliação do profissional, conforme determina a Agência de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB). “O nosso frigorífico opera legalmente, obedecendo todas as normas estabelecidas pelo Ministério da Saúde, Secretaria de Saúde do estado da Bahia e vigilância sanitária de Guanambi”, destacou.

Fonte: Radar Guanambi / Foto: Reprodução