Hospital Nova Aliança em Guanambi realiza cirurgia inédita de reconstrução facial

0
60

A cirurgia inédita de reconstrução facial foi realizada no Hospital Nova Aliança. A cirurgia durou 10 horas e foi considerado um sucesso.

 

GUANAMBI – A equipe de cirurgiões do Hospital Nova Aliança em Guanambi, realizou, na última quarta-feira (19), a primeira cirurgia de Reconstrução dos Ossos da Face.

Coordenada pelo cirurgião Bucomaxilofacial, Yuri Slusarenko, estavam na equipe os anestesistas do Hospital – Dr. Luia e Dr. Renato.

Inédita, a cirurgia durou 10 horas e foram utilizados mais de 50 parafusos, 15 placas e 1 tela de titânio. O principal acesso cirúrgico para esse tipo de cirurgia é chamado de “acesso coronal”.

Nesse caso, o cirurgião realiza uma incisão precisa na região da cabeça, que se estende de orelha a orelha, e descola todo o couro cabeludo, testa, sobrancelhas, nariz, olhos e maçã do rosto, ou seja, o rosto é completamente separado dos ossos para a visualização e tratamento das fraturas da região superior e média da face.

Procedimento cirúrgico. Foto: Yuri Slusarenko.

De acordo com informação da assessoria da unidade hospitalar, foi realizada uma reconstrução total do chão do olho, já que essa região é quebrada, o globo ocular fica mal posicionado (distopia), fazendo com que o paciente enxerga tudo duplo (diplopia). Ele vê 2 objetos quando na verdade é apenas 1.

Além disso, o nariz e a maxila também tiveram que ser reconstruídos, devolvendo ao paciente a capacidade de respirar e mastigar novamente.

Eutico Neves Cruz, de 28 anos, permanecerá internado, sob cuidados rigorosos da equipe Yuri Slusarenko. Ele conduzia uma moto para o município de Candiba, no dia 11 de maio, quando colidiu contra uma bicicleta na BR-122.

O ciclista Aldemir Vieira Lopes, 51 anos, sofreu vários ferimentos e morreu no local.

Procedimento cirúrgico. Foto: Yuri Slusarenko.
EDIÇÃO: JOÃO MIGUEL