Incêndio na Lagoa de João Amaral atinge rede elétrica e de internet em Guanambi

0
53

O incêndio de grandes proporções registrado na tarde desta segunda-feira impediu que os motoristas trafegassem seguro pela BR-030, devido a fumaça.

GUANAMBI – No final da tarde desta quarta-feira (25), um incêndio de grandes proporções atingiu lixos, matos e entulhos às margens da Lagoa de João Amaral, em Guanambi, município da região Sudoeste do Estado.

O incêndio de grandes proporções, além de somar prejuízos ao meio ambiente, chegou a dificultar o trânsito e colocar em perigo os motoristas que trafegavam pela BR-030, rodovia no entorno da Lagoa.

A Lagoa de João Amaral é uma área histórica da cidade. Nos últimos anos o local têm sofrido constantes destrato, acarretando em poluição ambiental. Infelizmente, ainda é comum o descarte de lixo e entulhos próximo à Lagoa.

Até o momento de fechamento da matéria, o Corpo de Bombeiros e a Secretaria de Meio Ambiente não emitiram informações sobre o incêndio.

Maria das Graças Pereira Donato, estudante do curso de especialização em Educação Ambiental da Universidade Federal da Bahia (UFBA), Polo Guanambi está realizando uma trabalho acadêmico que ressalta a importância da preservação ambiental no município.

Na pesquisa “Educação Ambiental: Sensibilizar o cidadão para preservação e revitalização da Lagoa de João Amaral”, a estudante aponta as vantagens e impactos que a preservação ambiental traz à natureza e aos indivíduos.

Graça Donato, juntamente com a estudante de Arquitetura e Urbanismo da UNIFASC, Gabriela Magalhães Ávila fizeram um esboço do projeto de requalificação e preservação da Lagoa de João Amaral. O projeto coloca em evidência o grande potencial urbanístico, com ênfase na vertente de criação de mais uma área de lazer, esporte e cultura de Guanambi.

Foto: Reprodução / Redes Sociais
EDIÇÃO: TARCÍSIO ARCANJO | ATUALIZADO EM 26/08/2021, ÀS 05:56