Juíza manda soltar mulheres acusadas de desligar aparelho de irmão no HR de Guanambi

0
15

A juíza Adriana Silveira Bastos autorizou a soltura das irmãs Zelita Pereira Neves, 32 anos e Marliete Pereira Neves, 43 anos, nesta terça-feira (5), acusadas de desligar no dia 25 de outubro, o aparelho que mantinha respirando o irmão Almiro Pereira Neves, de 43 anos, no internado no Hospital Regional de Guanambi (HRG).

 

A juíza Adriana Silveira Bastos autorizou a soltura das irmãs Zelita Pereira Neves, 32 anos e Marliete Pereira Neves, 43 anos, nesta terça-feira (5). Elas são acusadas de desligar no dia 25 de outubro, o aparelho que mantinha respirando o irmão Almiro Pereira Neves, de 43 anos, no internado no Hospital Regional de Guanambi (HRG).

A defesa alegou entre outros pontos que ambas são rés primárias e não representam risco ao processo, sendo assim, podendo ser respondido em liberdade.

Ele estava internado desde 21 de outubro, quando foi diagnosticado com hemorragia subaracnóidea e pneumonia aspirativa.

No dia 28 de outubro, o juiz plantonista Almir Edson Lélis Lima, já havia convertido em prisão das irmãs em preventiva.

EDIÇÃO: