Novo decreto estabelece fechamento de comércios, hotéis e áreas de lazer em Guanambi

0
31

O decreto determina o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais, pelo prazo de 15 dias, a partir deste domingo (22).

 

GUANAMBI – Um novo decreto com medidas de enfrentamento à epidemia do novo Coronavírus(Covid-19), foi emitido neste sábado(21),pelo prefeito Jairo Magalhães(PSB). O decreto determina o fechamento de todos os estabelecimentos comerciais, pelo prazo de 15 dias, a partir deste domingo (22).

A suspensão não será aplicada aos estabelecimentos que prestam serviços essenciais a subsistência da população, como:

I – farmácias, drogarias e lojas de produtos médicos hospitalares; II – hipermercados, supermercados, mercados, mercearias, açougues, peixarias, hortifrutigranjeiros, quitandas e centros de abastecimento de alimentos, dentre eles o Mercado Municipal de Guanambi; III – lojas de conveniência; IV – lojas de venda de alimentação para animais e produtos médicos veterinários; V – lojas e distribuidoras de água mineral; VI – lojas e distribuidoras de gás; VII – padarias; VIII – postos de combustíveis; IX – oficinas mecânicas; X – agências bancárias ou estabelecimento símiles, bem como lotéricas.

Esses estabelecimentos não poderão permitir o consumo de bebidas alcoólicas em seus interiores. Os proprietários deverão tomar medidas para evitar a aglomeração de pessoas, podendo estabelecer a restrição de venda de produtos por consumidor, em caso de necessidade.

O novo decreto estabelece ainda que, bares, restaurantes e similares poderão funcionar, exclusivamente, mediante serviços de entrega. Cultos e demais manifestações religiosas somente poderão ocorrer sem a presença física de público, devendo, quando ocorrerem, ofertar-se a reprodução digital ou transmissão por meio da rede mundial de computadores.

Feiras livres já existentes e autorizadas pelo Poder Público poderão funcionar com venda exclusiva de produtos hortifrutigranjeiros e laticínios de produção artesanal, desde que cumprido o espaçamento mínimo de 02 (dois) metros entre as barracas, com apenas uma fileira ao longo da via pública, ainda que importe em ampliação de sua área de funcionamento.

Os hotéis, motéis e similares não poderão aceitar novos hóspedes a partir do dia 23 de março.Leia o decreto na íntegra.

De acordo com o Secretário de Saúde de Guanambi,André Moitinho, nenhum caso de coronavírus foi registrado na cidade,mas existem 20 casos sendo investigados, destes sete testaram negativo.

EDIÇÃO: