PRE apreende carretas com mais de 5 mil aves em Urandi

0
62

No momento da abordagem os agentes não encontraram o chamado GTA- Guia de Trânsito Animal, documento exigido pela legislação para transportar animais.

 

Duas carretas com 5.700 aves irregulares foram apreendidas pela Polícia Rodoviária Estadual (PRE) na BR-122, em Urandi, no sudoeste da Bahia, já na divisa com o estado de Minas Gerais, na quarta-feira(18).

Conforme informação da PRE, eles foram acionados por fiscais da Agência Estadual de Defesa Agropecuária da Bahia (ADAB), após os motoristas não atenderem o sinal de parada. No momento da abordagem os agentes não encontraram o chamado GTA- Guia de Trânsito Animal, documento exigido pela legislação para transportar animais.

De acordo com o diretor do órgão Maurício Bacelar, esse documento precisa ser assinado por um médico veterinário, que atesta a sanidade das galinhas. Barcelar ainda enfatizou que produtores de outros estados tentam circular pela Bahia de forma ilegal, no entanto, sem o documento sanitário, as aves não podem ser comercializadas, o que colocaria em risco a sanidade de 18 milhões de animais do rebanho avícola baiano.

Segundo informação da Agência Sertão, o órgão fiscalizador ficou responsável pelas notificações necessárias e destinação das aves que foram encaminhadas ao abate em frigorífico certificado, sob escolta policial. “Imagine quantos frigoríficos são prejudicados, quantos empregos da Bahia estão em risco? Essa prática é criminosa e tem quer ser combatida para desarticular as ações audaciosas de gente sem compromisso com o desenvolvimento da cadeia produtiva”, ressalta Bacelar.

EDIÇÃO: