Enxurrada invadiu casas e comércios após chuva forte em Guanambi

0
115

Choveu bem acima do previsto nesta quarta-feira (3) em Guanambi. Os institutos de meteorologia previam precipitação de menos de 10 mm durante o dia, no entanto, até o fim da tarde, algumas regiões da cidade registram acumulados de até 60 mm. No Centro, o pluviômetro da Agência Sertão registrou um total de 45 mm.

O primeiro temporal ocorreu durante a madrugada a chuva mais forte veio por voltar das 14h, acompanhada de ventos fortes, raios e trovões. O temporal durou cerca de um hora e a água voltou a mostrar problemas de drenagem em alguns pontos da cidade.

A situação mais crítica ocorreu na Av. Tiradentes, onde uma moradora registrou as imagens da enxurrada subindo a calçada e entrando em casas e comércios. Ela reclamou da situação e pediu providências das autoridades para solução do problema. “Eu moro nesta avenida há 20 anos, eu nunca vi isso acontecer. Está entrando água dentro da minha casa, no ponto comercial. A gente precisou fazer um serviço dentro de casa para impedir que a água invadisse a casa”, disse.

No bairro São Francisco, também ocorreram alagamentos. Moradores da localidade sofrem com a invasão da água em suas casas e com o alagamento das ruas sempre que chove de forma constante. Também voltou a ocorrer alagamento na rotatória da BR-030 para o bairro BNH, em frente a uma distribuidora de cerveja. Vários veículos que atravessaram a via acabaram perdendo suas placas ao passar pela parte alagada.

Segundo Michel Macedo, secretário de Infraestrutura, o problema na Avenida Tiradentes ocorre após o fechamento de uma galeria de escoamento no bairro Lagoinha. A via passou por recapeamento asfáltico recentemente e houve fechamento de algumas saídas de água. Ele disse que a equipe da pasta vai avaliar todos os pontos críticos para realizar intervenções e minimizar os impactos da chuva nesta localidade.

O tempo segue chuvoso na cidade pelos próximos dias. As previsões mais recentes indicam que podem ocorrer chuvas na cidade durante toda a primeira quinzena de fevereiro. Os modelos indicam que a chuva dever vir em forma de pancadas isoladas, entretanto, podem ocorrer novos temporais como ocorreu nesta quarta-feira.