Guajeru: Vereadores investigam possível desvio de recursos públicos e podem pedir cassação de prefeito

0
10

Em contato com a cidade de Guajeru, a 63 km de Brumado, o site Achei Sudoeste conversou com o vereador Irmo Gomes (PP), o popular Loza, sobre um possível desvio de recurso público na prefeitura municipal. O assunto está sendo investigado pela Câmara de Vereadores, que abriu uma Comissão Especial de Inquérito (CEI) para apurar o caso. Segundo o parlamentar, o desvio na folha de pagamento da prefeitura teria sido descoberto pelo próprio prefeito Gilmar Rocha Cangussu (PDT), o Gil Rocha, que abriu uma sindicância para apurar o caso. “Ficou comprovado que houve um desvio, segundo ele (o gestor), de mais de R$ 300 mil em nome daquelas pessoas que pediam afastamento, mas o nome permanecia na ativa. O pagamento entrava normalmente e alguém passava a mão nesse dinheiro”, relatou. Irmo informou ainda que, na tentativa de tirar a sua responsabilidade, o gestor está acusando o departamento pessoal de realizar o desvio da verba. O parlamentar ressaltou que o legislativo está fazendo a sua própria investigação. “Entrei com um requerimento solicitando a abertura de uma CEI, o que foi aprovado por todos os vereadores. A primeira reunião aconteceu na última segunda-feira (07). Estou como relator. Vamos investigar o que realmente aconteceu”, destacou. Para ele, o prefeito não está inocente nessa história. Caso seja considerado culpado, o prefeito poderá ter o seu mandato cassado.