Polícia procura pelo motorista acusado de provocar acidente fatal na BR-030 em Guanambi

0
14

Agentes da 22ª Coordenadoria de Polícia do Interior (Coorpin) procuram por Lucas Santos Silva Bento, motorista do caminhão suspeito de ter provocado o acidente fatal na noite de quarta -feira (2), na BR-30, em Guanambi, no Sudoeste da Bahia, deixando quatro mortos e dez feridos.

De acordo com informação da polícia, existe uma suspeita que o motorista do caminhão carregado com cocos tenha feito uma passagem irregular e acabou colidindo frontalmente com o coletivo. O delegado responsável pela investigação Giancarlo Soares, afirmou que caso o caminhoneiro não se apresente poderá ser preso em flagrante por homicídio culposo no trânsito, já que ele fugiu sem prestar socorro.

No acidente morreram três estudantes do Centro Universitário (UniFG) e o motorista do ônibus que transportava os alunos para o município de Caetité. As vítimas fatais foram identificadas como Thais de Araújo Martins Santos, 28 anos, aluna do curso de Ciências Contábeis, Klausten Lima Ferreira, 30 anos, estudante de Engenharia Civil e Lisângela Angélica Gomes, 37 anos, estudante do curso de Administração e o condutor do coletivo, Roberto Gonçalves Teixeira (Roxo), de 68 anos.

Os feridos foram identificados como Brena Carvalho Pinto Pereira, 22 anos; Geisa Dias Gerino, 26 anos; Rejane dos Santos Reis, 24 anos; Indira Emanuelle de Jesus, 30 anos; Valter Novais Fernandes, 24 anos; Luzilene da Silva Azevedo, 35 anos; Fernanda Lopes Couto, 21 anos; Zanete Brito da Silva, 25 anos; Andressa Carvalho Araújo, 24 anos; Alana da Silva Ferreira, 21 anos; e Luciana Andrade Santos, 46 anos.

Segundo informação do Hospital Regional de Guanambi (HRG), das dez vítimas que deram entrada na unidade, apenas três permanecem internadas e o estado de saúde é estável.

Os corpos de Klausten, Thaís e Roberto foram sepultados na tarde de quinta- feira, no Cemitério de Caetité. Klausten foi velado no salão do ECC, enquanto Thaís e Roberto foram velados na Igreja Assembleia de Deus da Praça da Bíblia.

Lisângela também foi velada na mesma igreja, no entanto, seu corpo foi transladado para Fazenda Lajes, na zona rural de Ibiassucê. O sepultamento será às 9h desta sexta-feira (4), no Cemitério Municipal de Ibiassucê.

EDIÇÃO: