Animais soltos na BR-030 provocam acidentes entre Guanambi e Malhada

0
13

No período noturno os animais ficam atravessando a rodovia, o que pode contribuir para acidentes envolvendo carros de passeios, caminhões, viaturas e ambulâncias.

GUANAMBI – As pessoas que trafegam pelos trechos dos municípios de Guanambi, Carinhanha e Malhada, até a ponte Guimarães Rosa, no Rio São Francisco precisam redobrar ainda mais a atenção. Pois, no trecho, há animais soltos na pista, em sua maioria cavalos.

Na madrugada de quarta-feira (9), o motociclista Vinicius Sena da Cruz, 25 anos, morreu após bater sua motocicleta em um cavalo.

Para quem pega estrada à noite o perigo aumenta, no período noturno os animais ficam atravessando a rodovia ou comendo capim no acostamento. O fluxo de carros de passeios, caminhões de entregas, viaturas da polícia e ambulâncias é grande, o que potencializa o envolvimento de diversos veículos em acidentes, no importante trecho entre os municípios de Guanambi e Malhada.

 

Diversos populares entraram em contato com a equipe de jornalismo do Portal Folha do Vale para denunciar a irregularidade. Um deles, declara que viu dois cavalos no trecho de Malhada à noite. O homem que estava conduzindo uma motocicleta pede que a situação seja revolvida. “Quem vem de Malhada, sentindo Carinhanha não vai enxergar o cavalo não. A pessoa pode bater num cavalo desse. Cadê o dono desses cavalos”, questionou o Malhadense.

Em atenção a queixa, o Portal Folha do Vale entrou em contato com Pedro Cardoso, prefeito de Lagoa Real e presidente do Consócio de Infraestrutura para saber quais medidas serão tomadas. O presidente relatou que irá encaminhar um ofício ao Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (Dnit), pedindo por providências em relação ao recolhimento de animais soltos na pista. Cardoso, ainda pontuou que os municípios não podem tomar nenhuma inciativa, pela fato de se tratar de uma rodovia federal.

Foto: Reprodução
EDIÇÃO: TARCÍSIO ARCANJO